Com humor, professor carioca populariza matemática no YouTube

Carolina Cunha Do UOL, em São Paulo

A matemática carrega a fama de ser uma das disciplinas menos querida dos estudantes. E foi pensando em tornar o aprendizado dos cálculos mais acessível e divertido que o professor carioca Rafael Procopio, 30, levou o conteúdo da sala de aula para a internet.

Procopio é o criador do Matemática Rio, canal do YouTube com vídeos gratuitos de matemática voltado para o ensino médio e fundamental. O canal tem mais de 40 mil inscritos e produz vídeos que oferecem conteúdo objetivo e acessível a quem precisa.

O professor carioca Rafael Procopio, 30, é o criador do canal de YouTube Matemática Rio

O projeto começou em 2010, quando o professor passou a dar aulas na escola pública Rosa da Fonseca, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele queria gravar vídeos das aulas para os alunos consultarem. As primeiras gravações saíram praticamente no improviso. “Eu fazia vídeos bem toscos no começo”, lembra o professor.  Com o tempo, as visualizações aumentaram e ele começou a testar novos equipamentos, formatos e apostar num estilo próprio.

“Comecei a colocar piadas e fazer paródias. Em vez de ficar só o quadro negro e a minha voz, eu resolvi aparecer também, mostrar a minha cara e isso ganhou um certo destaque”, conta Procopio.

A fórmula de vídeos curtos que misturam conhecimento e humor em exemplos de como a matemática está presente na vida dos adolescentes deu certo. Hoje o Matemática Rio recebe acessos de todos os lugares do Brasil e também do exterior, de países como Portugal e Angola. Em seus conteúdos, ele já usou o exemplo de vampiros para explicar uma função exponencial, explicou o preço do Playstation 4 e fez uma paródia da música do Sorriso Maroto para explicar a regra de sinais.

Autodidata, é o próprio professor quem faz o roteiro, a produção, a filmagem, a edição, inclusive as animações de resolução de fórmulas e problemas. Um vídeo leva até dois dias para ficar pronto e o trabalho é feito nas horas vagas, especialmente durante a madrugada.

O maior sucesso é o vídeo Bonde das Matemáticas, uma paródia do funk “Quadradinho de 8”, do Bonde das Maravilhas. Procopio escreveu a letra da música, e um grupo de humor produziu. Publicado em maio deste ano, o vídeo ultrapassou 6 milhões de visualizações no YouTube e entrou na retrospectiva do site como um dos mais assistidos de 2013 no Brasil.

“As aulas eram um pouco desinteressantes. Era aquela matemática chata. Aí eu percebi que quando a gente bota energia naquilo que faz, coloca humor, isso motiva o aluno e o adolescente”, comenta ele, que afirma que nos últimos dois anos o desempenho dos seus alunos melhoraram com ajuda dos vídeos.

Outra paródia de sucesso foi o Show das Matemáticas, gravado com a ajuda de alunas e que brinca com operações matemáticas usando o hit da cantora Anitta. O cenário é a escola Rosa da Fonseca. O vídeo tem quase 300 mil visualizações.

A instituição, aliás, abraçou o projeto de Procópio e serviu de locação para outras gravações que também contaram com a atuação de alguns estudantes do 6º e 9º anos em pequenos esquetes. “Tem aluno que pede autógrafo e quer tirar foto junto. É engraçado porque você acaba ficando meio famoso”, brinca Procopio.

Os vídeos também são usados como apoio em sala de aula. Com a ajuda de um projetor e de caixas de som, o professor projeta o vídeo na lousa e utiliza o conteúdo como uma introdução a um determinado assunto.

Sucesso chamou atenção do Google

O sucesso do Matemática Rio rendeu um convite para o YouTube EDU, plataforma que reúne conteúdos educativos em português para estudantes e professores. O canal ainda é parceiro na criação de aulas digitais online para a Educopédia, plataforma educacional da prefeitura do Rio.

Neste mês, Procopio viajou aos EUA a convite do Google para participar de treinamentos e aprender mais sobre como unir tecnologia e educação.  Antes disso, ele já tinha feito um curso com a equipe do Porta dos Fundos –para delírio dos seus alunos – onde pode ter dicas sobre humor e internet.

“Acho muito importante o uso da tecnologia para democratizar o ensino. Todo mundo pode assistir a mesma aula de qualquer lugar. Então a mesma aula que um aluno tem aqui no Rio de Janeiro, em São Paulo, Curitiba, um aluno lá do interior do Amazonas, do Nordeste pode ter. A videoaula pode melhorar a educação. Só é preciso mais investimento”, diz Procopio.

Seguindo os passos do guru

O uso de vídeo-aulas como recurso pedagógico não é uma novidade da Educação. No Brasil, outros professores também se destacam no ensino de matemática pela internet, como Miguel Andorffy, do canal Me Salva!, e o canal Só Matemática.

No YouTube, um dos professores mais populares é o americano Salman Khan, que fundou a Khan Academy, fundação que já disponibilizou mais de 4.000 vídeos de matemática no YouTube. O americano é considerado um guru das vídeo-aulas e é referência para Procopio.

“Acho o Khan uma pessoa revolucionária. A minha crítica é que ele repete e reproduz a aula tradicional de sala de aula, no computador. Eu tento fazer diferente no meu canal. Quero pensar em coisas que não existem na sala de aula. O que eu tento fazer é aliar uma aula a  entretenimento. Fazer a pessoa assistir a aula de matemática e se divertir ao mesmo tempo”.

Para ele, o aluno só aprende matemática de verdade quando ele faz exercícios e participa ativamente de atividades. “O que eu acho é que existe preconceito das pessoas já irem para uma aula de matemática achando que é chato, que não vão aprender, que é um bicho de sete cabeças. E às vezes até o próprio responsável pelos alunos ficam com isso na cabeça. Quando você explica a matéria, deixando eles visualizarem, fica mais fácil entender.”

Pensando em tornar o aprendizado da matemática mais acessível e divertido, o professor carioca Rafael Procopio, 30, levou o conteúdo da sala de aula para a internet. Na foto, o professor grava para o YouTube EDU, plataforma que reúne conteúdos educativos em português para estudantes e professores Arquivo Pessoal

Um comunicador da ciência

A vontade de ser professor surgiu ainda no colégio, ao ajudar uma amiga a estudar para uma prova. Formado em matemática, Procopio tem uma pós-graduação em Ensino de Matemática pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

“O que me motiva a ser um professor é exatamente perceber a evolução dos alunos com o passar do tempo”, conta ele, que hoje se vê como um comunicador e divulgador da ciência. Isso porque além do canal de matemática, ele circula pela web em outros canais como o BioPhysics e o Minuto Terra, canais em inglês em que ele traduz vídeos para o português; o Minuto Matemática e o Minuto Ciência.

Uma de suas últimas empreitadas é um vídeo para o Manual do Mundo, canal de vídeos de ciência, sobre a razão áurea. “Estamos com quase 50 mil visualizações. É o vídeo que eu mais gostei de fazer. As curiosidades são sempre mais interessantes que as aulas”

Fonte: http://www.uol.c0m.brhttp://educacao.uol.com.br/noticias/2013/12/27/com-humor-professor-carioca-populariza-matematica-no-youtube.htm

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s