Água da chuva já é reutilizada por instituições públicas e privadas

Faculdade Eniac e Prefeitura de Guarulhos são alguns dos exemplos da prática

Estação de Traramento de água do Eniac

Em torno do tema de sustentabilidade, instituições públicas e privadas estão aderindo à reutilização das águas pluviais. A iniciativa apresenta como principal objetivo o combate ao desperdício, conciliando ao mesmo tempo para o reaproveitamento das águas da chuva.

A Faculdade Eniac, no Centro, realiza desde o segundo semestre de 2009 a captação das águas pluviais. Segundo o gerente de planejamento e marketing, Alexandre Rodriguez, a edificação da faculdade foi o primeiro prédio sustentável de Guarulhos com a primeira estação de tratamento de água.

“Cerca de 10% do investimento total da construção do Eniac foram destinados à implantação da estação de tratamento para reuso de água. O empreendimento já representa 60% de economia”, declara Rodriguez.

Toda a chuva captada pela tubulação – espalhada pelos dez mil metros quadrados do terreno da faculdade – segue para ser armazenada em dez tanques, que têm capacidade de reservar cerca de 130 mil litros de água. Deste modo, a reutilização pode ser efetuada nas descargas, na lavagem de piso e para regar o jardim.

A prefeitura, por intermédio, do Departamento de Transportes Internos (DTI) também abriga um sistema de reuso de águas pluviais. Deste modo, o recurso é utilizado para lavagem de toda a frota municipal, que gira em torno de 700 veículos e mais 120 viaturas da Proguaru. O que promove uma economia de cerca de 10 mil litros de água potável por mês.

A água da chuva que cai no telhado de cinco mil metros quadrados do próprio departamento é coletada e direcionada para um reservatório de 15 mil litros. Em seguida passa por um processo de filtragem, para depois ser encaminhada a outros dois reservatórios de 15 mil litros cada. No total, são armazenados 45 mil litros, quantidade suficiente para uma semana de lavagens.

O sistema de reuso está em fase final de implantação, restando apenas a aquisição de um equipamento separador de água e óleo proveniente da graxa dos automóveis, que devolverá apenas a água para o sistema de filtragem.

Fonte:Guarulhos Webhttp://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=43362

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s