Eniac é destaque na rádio CBN de São Paulo


A rádio CBN da cidade de São Paulo realizou uma entrevista ao vivo com o Miguel Sanchez, gerente de infraestrutura do Colégio e Faculdade Eniac, na manhã do dia 20 de outubro.

Escola em Guarulhos, na Grande SP, constrói estação de tratamento de esgoto para reutilizar água.
O colégio já sofria com problemas de abastecimento mesmo antes do começo da estiagem. O sistema permite a utilização de 16m³ de água por dia.

Veja mais: Rádio CBN São Paulo

Escute a entrevista:
http://cbn.globoradio.globo.com/Player/player.htm?audio=2014/noticias/aguagru_141020&OAS_sitepage=cbn/comentarios/

Saiba em quais áreas você deve focar para tirar uma boa nota no ENEM


Entenda como diferentes fatores, como estudos e rotina influenciam no seu desempenho no ENEM.

ENEM

Na contagem regressiva para o ENEM, o nervosismo começa a aumentar e, no desespero, os estudantes buscam vários meios para conseguir se preparar a tempo. No entanto, seguir tantos conselhos diferentes sem uma orientação correta pode acabar atrapalhando em vez de ajudar. Para evitar que isso aconteça, a Universia Brasil selecionou dicas que realmente funcionam. Confira o resultado abaixo e fique mais confiante para o exame.

ESTUDOS:

Ajuste seu cronograma ao da escola
A melhor maneira de consolidar um conteúdo é revisá-lo imediatamente. Por isso, monte sua rotina de estudos de acordo com o que você aprendeu nas aulas daquele dia

Alterne sua grade de estudos
Para que sua rotina de estudos não se torne maçante, procure intercalar matérias com quais tem níveis de dificuldade. Assim, não estudará apenas o que é mais fácil ou mais complexo.

Organize seu material para aprender melhor
Arrumar o material em ordem de cores ou em diferentes cadernos e fichários faz com que você identifique melhor aquilo que precisa dar mais atenção, além de permitir acesso mais rápido às anotações.

Não leve dúvidas para casa
Sempre que não entender um tema, não se acanhe e vá direto aos professores. Lembre-se que em muitas matérias, como exatas, a matéria atual é pré-requisito para a próxima, ou seja, um tópico mal resolvido pode gerar péssimas consequências no futuro.

Não estude de véspera
Crie um plano de estudos para que você possa revisar os conteúdos calmamente e dar a devida atenção para cada um ao longo do tempo, priorizando aquilo que tiver maior dificuldade.

Explore seus sentidos
As pessoas aprendem de maneiras diversas umas das outras, portanto, saiba que tipo de aluno você é para poder dar ênfase no estilo de estudo. No caso de alunos visuais, explorar cores, fazendo cartazes, é uma boa dica. Já alunos auditivos podem se beneficiar de gravações, por exemplo.

Escolha um bom ambiente para estudar
É importante que seu local de estudos seja propício para a concentração, para que você foque melhor e absorva o conteúdo.

Organize seu tempo de estudos
Saiba como dividir seu tempo de maneira eficiente para reter o conhecimento sem se cansar. O ideal é que a cada 45 minutos de leitura haja uma pausa de 10 minutos.

Otimize suas anotações
Faça anotações mais claras para que o estudo se torne mais prático e o conteúdo esteja disposto de maneira objetiva.

Entender é melhor que decorar
O objetivo do estudo é que você compreenda o tema abordado, para que saiba reagir frente à diversas situações-problema. Se você decorar determinado processo, não saberá lidar com as mudanças e, portanto, demonstrará que não aprendeu.

Refaça os exercícios
Especialmente nas áreas de exatas, a prática leva à perfeição. Quanto mais você estudar os exercícios, mais habilidade desenvolverá e saberá lidar mais rapidamente com os problemas na prova.

Aposte nos simulados
Os simulados são as melhores maneiras de testar suas habilidades antes do ENEM, principalmente por terem questões baseadas na prova. Além disso, são ótimas as oportunidades parar aprender a controlar o tempo de prova.

Trabalhe com a interdisciplinaridade
Existem muitos conteúdos que são abordados ao mesmo tempo por várias matérias, como a fotossíntese, estudada em química e biologia. O ENEM dá atenção especial a esses conteúdos, então relacionar matérias complementares pode ser uma ótima ideia para se sair bem.

AMPLIE CONHECIMENTOS:

Amplie seu capital cultural
Desenvolva seus conhecimentos de várias formas. Ler, assistir filmes e peças de teatro e visitar museus são ótimas formas de entrar em contato com novas informações, consolidar o que você já aprendeu e reunir boas referências que podem ser usadas na redação.

Leia os editoriais de jornal
Os editoriais são bons exemplos de textos jornalísticos que podem ajudar a compor a redação. Primeiramente, porque expressam opinião sobre determinado assunto e, por isso, fazem análises de temas que podem cair na redação e também por serem textos da modalidade dissertativa, a que é cobrada no ENEM.

Assista aos filmes e documentários que transmitam conteúdos históricos
Filmes de época costumam ser fiéis ao período que retratam, além de trazerem informações que nem sempre são bem abordadas em sala de aula, como costumes, roupas e arquitetura. Podem ser uma boa opção para quem está querendo saber mais detalhes sobre determinadas eras.

Estude em grupo
Ter um grupo de estudos é uma ótima ideia, pois você poderá trocar conhecimentos com seus colegas e quebrar a rotina maçante de estudos.

Procure um feedback
Conte com a ajuda de um professor para avaliar seu progresso, para que você saiba quanto já progrediu e em quais pontos precisa melhorar.

ROTINA SAUDÁVEL

Alimente-se bem
Pode não parecer, mas o corpo gasta muita energia estudando. A melhor maneira de fornecer aquilo que o organismo precisa para manter a saúde em dia e aprender melhor é ter uma dieta balanceada e nutritiva.

Estabeleça prioridades
A sobrecarga de atividades é uma das maiores fontes de estresse dos estudantes. Procure se concentrar no que realmente importa, tirando hábitos desnecessários de sua rotina para manter o foco nos estudos.

Permita-se descansar
Pensar o tempo todo no ENEM só vai aumentar o nível de ansiedade. Procure relaxar para esquecer a tensão fazendo algo que você goste, como exercícios físicos ou entrando em contato com a natureza.

Busque apoio nos amigos
Contar com a ajuda dos colegas que estão passando pela mesma fase é fundamental para trocar experiências e não se sentir sozinho nos momentos de angústia e nervosismo, quando as provas se aproximam.

Treine exercícios respiratórios
Aprenda a controlar a respiração. Isso ajuda a se acalmar durante a prova e também em momentos de ansiedade que podem acontecer na véspera.

Procure se manter motivado
Ao final de um longo ano de estudos, é normal que o cansaço cobre seu preço, fazendo que os alunos percam a motivação para as últimas revisões. Mantenha seus objetivos em mente para não perder o foco e se distrair na reta final.

HORA DA PROVA:

Cuidado com as armadilhas nas provas de idiomas
Tome cuidado com os falsos amigos nas provas de inglês e espanhol. Estude as “pegadinhas” mais comuns em provas anteriores e preste muita atenção ao contexto.

Preste atenção nos enunciados
Na maioria das vezes, os enunciados contém o caminho das resoluções e dão dicas através de palavras-chave e conceitos importantes. Leia com cuidado cada pergunta antes de responder para ter certeza se compreendeu mesmo o tópico abordado.

Administre o tempo
Esse quesito é fundamental para todo o ENEM, mas deve ser levado em conta especialmente no domingo, dia da redação. Caso você tenha dificuldades com a escrita, evite deixar para fazer o texto por último e preste atenção conforme os fiscais de prova forem anunciando os horários.

REDAÇÃO

Estude os possíveis temas da redação
Você só saberá sobre o que terá que escrever na hora da prova, porém, é possível se prevenir e pesquisar os assuntos que estão em pauta atualmente, pois há grandes chances de algum deles ser cobrado. Quanto mais você souber sobre esses temas, mais fácil será sua argumentação.

Não copie os textos motivadores
Entenda que os textos anexos à redação tem o caráter motivador, ou seja, devem apenas inspirar e não determinar o caminho. Não se prenda a eles, caso contrário demonstrará pouca criatividade e falta de conhecimento sobre o tema abordado.

Identifique o tema e não fuja dele
Leia atentamente as orientações e foque no tema. Estruture suas ideias antes de escrever para garantir que a argumentação estará dentro do contexto e preste atenção para não se estender demais, outro fator que pode levar ao desvio.

Comece revelando sua tese
Se você deixar seu argumento bem claro desde o início da redação, ficará mais difícil fugir do tema. Aproveite para causar impacto com uma frase de efeito ou uma boa citação.

Faça um rascunho
Fazer um rascunho é importante para que você possa organizar melhor os argumentos e escrever um texto mais bem estruturado. Ele pode ser em tópicos ou pequenos trechos, que você pode elaborar detalhadamente na redação final.

Revise e edite seu texto
É importante reservar um tempo após escrever a sua redação resolver pequenos erros e para conferir se o texto está coeso.

Fonte: Universia.com

Eniac abre 14ª Semana do Servidor na Prefeitura de Guarulhos


A 14ª Semana do Servidor e da Servidora foi aberta nesta terça-feira (14) com a palestra “Como se manter motivado e empreendedor”, na Secretaria de Administração e Modernização, e prossegue até o dia 31.

PREFEITURA

A programação – que deste ano será descentralizada em várias secretarias, além do Saae e Proguaru -, inclui diversas atividades como exposições, palestras, exames de pressão arterial e de glaucoma, apresentação de filme (Cinema com Pipoca) e apresentações de ginástica acrobática e de coral. A agenda completa pode ser conferida no Portal do Servidor e da Servidora, no site da Prefeitura.
Ministrada pelo psicólogo e professor de Gestão de Pessoas da Faculdade Eniac, William Oliveira, a palestra mostrou como ser empreendedor no local de trabalho, além de discutir temas como diferença entre ser otimista e entusiasta, planejamento de ações e como obter resultados satisfatórios sem altos custos, por meio de boas estratégias e de conhecimento das necessidades do cliente.

Confira matéria completa: Prefeitura de Guarulhos

Alunos do Eniac representam o Brasil em competições internacionais


Redação Guarulhosweb – 09/10/2014

karate-ginastica

Dois alunos do Colégio Eniac, uma referência em competições estudantis em Guarulhos pelo incentivo à prática esportiva, irão representar o Brasil em competições internacionais. O aluno do 8º Ano do Ensino Fundamental, Murilo Miguel Pontedura, além de participar do Campeonato Brasileiro Infantil de Ginástica, irá para o Campeonato Sul Americano de Ginástica Artística, que será realizado no Peru no próximo dia 15. A comissão técnica informa que Miguel é cotado para representar sua categoria no mundial de Ginástica Artística, que será realizado nos Estados Unidos, em dezembro.

Já o aluno Diego Jacinto irá participar da Copa América de Artes Marciais que acontece no próximo dia 21 de outubro no Paraguai. O aluno cursa o 2º Ano do Ensino Médio e faz parte da equipe brasileira de karatê.

“Reuso” ou “reúso” da água, qual é o certo?


Diogo Arrais, professor do Damásio Educacional, fala sobre as regras dos hiatos usando um tema atual para os paulistas: a crise hídrica

Editado por Claudia Gasparini, de Exame.com

reuso
A questão hídrica, em São Paulo, tem sido muito presente nos noticiários. Com isso, a expressão “uso consciente da água” é lema de várias campanhas ambientais.
No entanto, hoje, já se fala em “reúso” da água. De maneira surpreendente, esta última palavra não é registrada em nossos dicionários ou em nosso Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. É realmente acentuado graficamente o termo?
Certamente, você se lembra da regra dos famosos hiatos de “i” e “u”, não? Que tal uma breve revisão?
De acordo com as nossas regras ortográficas, os hiatos formados por “i” e “u”, tônicos, acompanhados ou não de “s”, devem vir com o acento agudo. Alguns são os exemplos mais comuns: “saída, saúde, faísca, aí, país, Piauí etc.”
Caso “i” ou “u” formem ditongos (encontro da vogal e semivogal), nada de acento nas citadas vogais, como em “coisa, Neusa, tesoura” .
Voltemos ao caso de “reúso” e façamos a divisão silábica: RE-Ú-SO. Destaquemos, aqui, a vogal “u”, formando hiato (isolada) e tônica. Conclusão: o acento gráfico deve existir sim.
Rapidamente, ao ouvir o polêmico termo deste texto, pelo rádio, pensei em um didático exemplo. Pronuncie a frase abaixo, em voz alta:
“Dona NEUSA pede, ao Governo, o REÚSO da água.”
Ah! Quanto a um possível hífen? A Academia Brasileira de Letras, seguindo a tradição da Língua, manteve o prefixo “re” sem hífen, mesmo quando seguido de “e” ou “h”: “reedição, reedificar, reeleição, reescrita, reidratar”.
Seguindo a linha da sustentabilidade ambiental e ortográfica, divulguemos a importância do REÚSO da água.

Descubra os principais tipos de estudantes


É provável que você se encaixe em um tipo de estudante. Conheça as características de cada um e veja em qual tipo você mais se identifica

Por, Universia.com

estudanteEstudantes podem possuir algumas características em comum na hora dos estudos. Apesar de, algumas vezes, esses aspectos não serem sempre positivos, é possível contornar eles e ter uma experiência melhor na hora de estudar.

O primeiro tipo de estudantes (e um dos mais comuns) é o que está entediado. A sala de aula é uma grande tortura para ele e estudar ou fazer tarefas em casa é ainda pior. Ele sente como se essas atividades não pudessem ser mais chatas e, por isso, não conseguem manter a concentração por mais de um parágrafo. Mas esse não é um caso perdido: é possível aumentar o interesse nos conteúdos escolares. Esse tipo de estudante deve trabalhar com um sistema de metas e recompensas, ou seja: a cada meia hora estudada, 5 minutos de descanso ou um pedaço de chocolate. As recompensas não devem ser complexas, porque elas tirariam a concentração durante o estudo. Mas com essa estratégia, é possível se envolver mais com os conteúdos e criar certa disciplina durante os estudos.

Outro tipo de estudante bastante comum é o eufórico. Ele não consegue ficar muito tempo sentado, possui diversos pensamentos ao mesmo tempo, tamborila os dedos na mesa e balança as pernas. Se você se identifica com essa descrição, provavelmente a hora dos estudos pode ser um grande desafio. Mas existe uma solução para o seu caso: antes de estudar, faça alguma atividade que o deixe mais relaxado. Vá à academia, jogue vídeo-game, ouça uma música empolgante, etc. Dessa forma, quando você abrir o livro e iniciar a leitura, seu nível de euforia estará menor e a sua capacidade de manter a concentração será maior.

Além desses dois tipos, também podemos encontrar o estudante ocupado, ou seja, aquele que provavelmente estuda e faz diversas atividades durante o dia. Para eles, é impossível ficar mais de uma hora estudando e eles precisam utilizar o pouco tempo disponível para aproveitar ao máximo o momento de estudo. Para essas pessoas, a melhor solução para seus problemas é a organização: elas devem ser organizadas, criar um calendário rígido de estudos e segui-lo com bastante disciplina. Afinal, se elas possuem pouco tempo para estudar, é essencial que nas horas reservadas para isso sejam totalmente aproveitadas.

Por fim, o último tipo comum de estudante às vezes está diretamente conectado com o estudante ocupado. É a pessoa que está constantemente cansada e, por isso, não consegue ter disposição para estudar. Enquanto eles leem os livros, seus olhos vão se fechando e eles só pensam em dormir. Independentemente do motivo do seu cansaço, é essencial que ele deixe de lado a indisposição e foque nos estudos. Uma das possíveis soluções para esse problema é vestir uma roupa mais adequada. Se você estiver estudando em casa, deixe os pijamas guardados e coloque uma calça jeans e camiseta. Além disso, considere fazer um exercício físico leve, como uma caminhada de 20 minutos, para aumentar o ânimo.

Com essas dicas, independentemente do seu problema, será mais fácil resolver ele e, assim, melhorar o seu desempenho enquanto estuda. Bons estudos!